Quando somos provados naquilo que pregamos

por Padre Junior Vasconcelos, pároco


Foto: Alex Woods/Unsplash

“Eis que ensinaste a muitos e fortaleceste as mãos fracas. As tuas palavras levantaram os que tropeçavam, e os joelhos desfalecentes fortificaste. Mas agora, que se trata de ti, te enfadas; e tocando-te a ti, te perturbas? Porventura não é o teu temor de Deus a tua confiança, e a tua esperança a integridade dos teus caminhos?(Jó 4, 2-6)


Este versículo nos recorda um momento maravilhoso, porque os amigos de Jó o lembram que ele foi usado para levantar a muitos, para ensinar, consolar e fortalecer a muitos servos. Jó certamente pregou e ensinou a muitos a confiar em Deus, a não temer nas adversidades, mas agora era a hora de Jó viver o que ensinou.


Este é o teu momento... O de Jó na tua vida. Não te deixes cair na tentação de desanimar, nem desistir, nem de abandonar o caminho de Deus, pois, muitos se alegrarão com a tua derrota, com o fato de tu desistires. Por mais que possamos vacilar, desanimar ou até querer desistir, temos um Deus que vela por nós, vela por ti. Ele é o Deus de Abraão, de Isaac, de Jacó e de Jesus Cristo. É o Deus do impossível.


Quem nos separará do amor de Cristo? A dor, o sofrimento, a Covid, os pensamentos negativos, nossas angústias, as pessoas? A resposta é que nada pode nos separar do amor de Deus, do amor de Cristo. Desta maneira, fique firme, meu irmão, minha irmã. Desejo-te uma Semana Santa abençoada, com fé, esperança e caridade. Que o bom Deus te abençoe, na chegada ou na partida, no meio dia ou a meia noite, em todos os momentos de tua vida.


Por fim, não permita que a cruz seja a tua última resposta, pois a última resposta será sempre a Ressurreição.


23 visualizações
PORTAL DE NOTÍCIAS E EVANGELIZAÇÃO