Buscar

A boa ou a má notícia? A Palavra de Deus contra as fake news

#artigo



Está enganada aquela pessoa que acha que no contexto e ambiente religioso não há fake news. Muito pelo contrário, infelizmente, esta prática cresce a cada dia na sociedade e no meio religioso, indo contra a Palavra de Deus.

Como sabemos as noticias falsas têm tomado proporções enormes, causando conflitos no dia a dia, provocando reações tristes e inesperadas em pessoas que são vítimas das tais. Bom, voltando ao assunto das fake news no contexto religioso, é impressionante a tamanha falta de obediência à Palavra de Deus. Vamos começar pelo o que Deus nos fala no antigo testamento, o que acham?

Em Êxodo, quando o Senhor nos apresenta as Suas leis, podemos ver no capítulo 20, que em uma delas, Ele nos diz: “Não darás falso testemunho contra o teu próximo.” Para trazermos este versículo (16) no contexto real não precisamos ir longe. O pequeno e para muitos “sem problemas”, ato de fazer fofocas dentro do ambiente religioso, por exemplo, já vai contra os princípios do Pai. Do mandamento do Senhor, encontrado em Êxodo 20, 16 podemos tirar várias reflexões, mas para deixar ainda mais claro, na Bíblia temos outros inúmeros versículos que nos dão “tapas na cara” sobre o verdadeiro anúncio da Palavra. Em Lucas 26, 30-31, o Anjo Gabriel anunciou a Maria a grande notícia, de forma verdadeira e alegre. Ele não acrescentou e nem retirou nenhuma palavra que Deus o havia mandado dizer. Portanto ele disse à Virgem: “Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. Eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus.”

Em Marcos, capítulo 16, versículos 15 e 16, Jesus envia em missão seus discípulos, para anunciar a Boa Nova. "Vão pelo mundo todo e preguem o Evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.” Já em Atos 10, 36 temos: “Vocês conhecem a mensagem enviada por Deus ao povo de Israel, que fala das boas-novas de paz por meio de Jesus Cristo, Senhor de todos.”

Agora vamos ao xis da questão: se na própria Palavra vemos que somos convidados a anunciar a Boa Nova, que é verdadeira, salvífica e ainda por cima é o próprio Deus, por que a sociedade não a proclama como deveria? Podemos ver, com frequência, pessoas levantando falso testemunho sobre o sucessor de Pedro, o Papa Francisco, sobre padres, bispos e até mesmo leigos e leigas. Esta é uma pergunta que não teremos uma resposta vinda da boca humana. Se quisermos de fato encontrar a resposta verdadeira, devemos ter como base das nossas vidas a Palavra de Deus, o próprio Cristo.

Pregar fake news nos dia de hoje, independente do local, seja na escola, trabalho, faculdade e até mesmo dentro igreja é ir contra o projeto de salvação que Deus fez para a gente. É ir contra o amor e a bondade de Jesus. É não saber respeitar e tolerar o outro. Por isso, vamos sempre buscar fontes verídicas, confiáveis e sobretudo, entender aquilo que queremos compartilhar.

Em 2018, o Papa Francisco divulgou sua mensagem para o 52º Dia Mundial das Comunicações, que trouxe como tema "A verdade vos tornará livres” (Jo 8, 32). Fake news e jornalismo de paz". Em sua mensagem ele diz:


"Queridos irmãos e irmãs!

No projeto de Deus, a comunicação humana é uma modalidade essencial para viver a comunhão. Imagem e semelhança do Criador, o ser humano é capaz de expressar e compartilhar o verdadeiro, o bom e o belo. É capaz de narrar a sua própria experiência e o mundo, construindo assim a memória e a compreensão dos acontecimentos. Mas, se orgulhosamente seguir o seu egoísmo, o homem pode usar de modo distorcido a própria faculdade de comunicar, como o atestam, já nos primórdios, os episódios bíblicos dos irmãos Caim e Abel e da Torre de Babel (cf. Gn 4, 1-16; 11, 1-9). Sintoma típico de tal distorção é a alteração da verdade, tanto no plano individual como no coletivo. Se, pelo contrário, se mantiver fiel ao projeto de Deus, a comunicação torna-se lugar para exprimir a própria responsabilidade na busca da verdade e na construção do bem. Hoje, no contexto duma comunicação cada vez mais rápida e dentro dum sistema digital, assistimos ao fenômeno das «notícias falsas», as chamadas fake news: isto convida-nos a refletir, sugerindo-me dedicar esta Mensagem ao tema da verdade, como aliás já mais vezes o fizeram os meus predecessores a começar por Paulo VI (cf. Mensagem de 1972: «Os instrumentos de comunicação social ao serviço da Verdade»). Gostaria, assim, de contribuir para o esforço comum de prevenir a difusão das notícias falsas e para redescobrir o valor da profissão jornalística e a responsabilidade pessoal de cada um na comunicação da verdade." Leia a carta completa aqui



Pedro Corcini é estudante de Jornalismo na PUC Minas, estagiário na RecordTV Minas e coordenador da PASCOM Guadalupe.

323 visualizações

ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE | PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE GUADALUPE

Rua Dr. Sylvio Menicucci, 70, bairro Castelo- Belo Horizonte | Tel. (31) 3476.8692 | secretaria@pnsguadalupecastelo.com.br
© 2020 | Todos os direitos reservados a Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe do Castelo.